skip to Main Content

Infiltração – Viscossuplementação

Introdução

A infiltração do joelho é um procedimento amplamente utilizado no tratamento da artrite, artrose e lesões da cartilagem articular. O procedimento consiste na infiltração do joelho com o ácido hialurônico, que é uma substância que promove melhora da dor e da inflamação e protege a cartilagem da articulação do joelho.

Infiltração do Joelho | Dr. Guilherme Losso

Confira mais detalhes sobre este procedimento no artigo abaixo.

O que é viscossuplementação e infiltração do joelho?

A infiltração é um procedimento que consiste na injeção de medicamentos num local de interesse do joelho. Os principais medicamentos utilizados são os corticóides, anestésicos e o ácido hialurônico. Quando o ácido hialurônico é injetado dentro da articulação, o procedimento é chamado de viscossuplementação.

O que é o ácido hialurônico e para que serve?

O ácido hialurônico é uma substância produzida naturalmente pelo corpo humano e está presente principalmente na pele e dentro das articulações.

Nas articulações ele possui o papel de conferir viscosidade, elasticidade e promover a absorção de impactos pelo líquido presente dentro das articulações. A reposição de ácido hialurônico através da infiltração do joelho visa devolver a viscosidade original do líquido articular que é perdida ao longo do envelhecimento.

Quando a infiltração do joelho é indicada?

A infiltração do joelho para viscossuplementacao é indicada no tratamento de lesões da cartilagem das articulações, condromalácia, artrite e artrose do joelho. Ela sempre deve ser empregada em conjunto com outras modalidades terapêuticas como a fisioterapia, prática de atividade física regular e controle do peso.

Quais sãos os efeitos esperados?

A viscossuplementação do joelho leva à uma melhora da dor, reduz a inflamação e protege a cartilagem articular, promovendo uma melhora da função e da qualidade de vida.

Como é realizada a infiltração do joelho?

O procedimento é simples e seguro, e pode ser realizado no ambiente do consultório médico. A aplicação é realizada com todo o rigor de assepsia e antissepsia e qualquer desconforto é minimizado através do uso de anestesia local antes da aplicação do produto dentro da articulação.

Existe diferença entre os produtos utilizados na viscossuplementação do joelho?

O ácido hialurônico comercializado pode ser categorizado de acordo com a sua origem e o peso da sua molécula. O produtos mais utilizados são obtidos através de biofermentação bacteriana ou de origem aviária (crista do galo).

Quanto ao peso molecular, os produtos podem ser divididos em baixo, médio e alto peso molecular. Produtos de menor peso molecular possuem um menor volume e requerem um maior número de aplicações para se obter o resultado esperado.

Quais são os riscos?

Um leve incômodo e inchaço podem ocorrer nos primeiros 2 dias após a aplicação. A infiltração do joelho é um procedimento invasivo da articulação, e por isto, possui um risco de infecção. Entretanto, este risco é minimizado através do rigor técnico de um profissional experiente. Outra complicação rara é uma reação alérgica ao produto aplicado, podendo causar inchaço, dor, vermelhidão e calor local.

A infiltração do joelho dói?

A infiltração pode gerar um leve desconforto local devido à picada da agulha, mas que é momentâneo e minimizado através da aplicação de anestésico local.

É necessário repouso após a infiltração do joelho?

Após a aplicação, o paciente já pode mover os joelhos e andar normalmente. As atividades habituais do dia-a-dia são liberadas. Entretanto, o paciente deve evitar grandes esforços e exercício físico pelo período de 48 horas.

Quantas aplicações são necessárias?

O número total de aplicações irá depender do tipo de ácido hialurônico utilizado. Os produtos mais modernos permitem um tratamento com aplicação única. Alguns outros produtos disponíveis no mercado requerem de 3 a 5 aplicações intervaladas.

Posso repetir o tratamento?

No caso de sucesso terapêutico com a infiltração do joelho para viscossuplementação, o tratamento pode ser repetido indefinidamente, com intervalo mínimo de até 6 meses entre as aplicações.

Back To Top